MENU

Pinda: acordo na Gerdau garante aumento real e vai injetar R$ 5 milhões na economia

Foi possível alcançar reajuste de 5,10%, que contempla aumento real de salário, e também um abono salarial de R$ 1.000, que será pago no dia 22, antes do Natal

Publicado: 07 Dezembro, 2023 - 12h55 | Última modificação: 07 Dezembro, 2023 - 15h59

Escrito por: Sindicato dos Metalúrgicos de Pindamonhangaba

notice

Os trabalhadores da Gerdau em Pindamonhangaba (SP) votam nesta quinta-feira, dia 7, a proposta da Campanha Salarial, negociada após a entrega de um comunicado de greve. A proposta já foi aprovada no turno da manhã. O acordo garante aumento real de salário, abono e vai injetar R$ 5 milhões na economia este mês.

Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos de Pindamonhangaba, havia uma dificuldade para negociar, em função da redução no volume de produção. Existe um programa de layoff em andamento com 178 trabalhadores.

Mesmo assim foi possível alcançar o reajuste de 5,10%, que contempla aumento real de salário, e também um abono salarial de R$ 1.000, que será pago no dia 22, antes do Natal.

Também este mês será pago o reajuste retroativo à data-base, 1º de setembro. Como a negociação se estendeu por mais tempo, esse pagamento também será de um valor significativo para o município. O reajuste e o abono devem injetar cerca de R$ 5 milhões na economia.

Para o presidente do Sindicato, André Oliveira, o resultado é uma vitória.

“Não tinha proposta. Foi uma negociação difícil. Chegamos em uma composição construída entre sindicato e empresa. O aumento real não entra agora, entra em março. O abono será pago dentro do cartão do vale alimentação, quem está no layoff vai receber também. Com certeza representa uma vitória pelo momento da fábrica. Esse resultado só foi possível com a mobilização dos trabalhadores, que demonstraram força, votaram por unanimidade em assembleia em todos os turnos”, disse.

A unidade de Pinda atua no ramo do aço com foco no mercado automotivo e hoje tem 2.600 trabalhadores.