MENU

Trabalhadores da GV do Brasil conquistam reajuste e aumento de 20% na PLR

Apenas esta negociação já vai injetar na economia cerca de R$ 1,7 milhão na economia neste mês

Publicado: 22 Novembro, 2021 - 12h34 | Última modificação: 22 Novembro, 2021 - 12h36

Escrito por: SindmetalPinda

SindmetalPinda
notice

Os trabalhadores da GV do Brasil aprovaram em assembleia nessa segunda-feira, dia 22, a proposta da Campanha Salarial.

Este ano, a direção da empresa endureceu as negociações com o Sindicato dos Metalúrgicos e não estava aceitando pagar qualquer valor de reajuste salarial nas várias reuniões realizadas. Este mês os trabalhadores fizeram uma paralisação para cobrar o reajuste de salário.

A proposta conquistada garantiu não apenas o reajuste salarial, como também aumento real de salário, com 10,5% de reajuste. A proposta também abrange a PLR (Participação nos Lucros e Resultados), que terá um aumento de 20% em relação ao valor total pago no ano passado. O valor total será de R$ 3.000 e será pago em parcela única, já na próxima quinta-feira, dia 25.

No dia 30 vai ser pago todo o retroativo, ou seja, reajuste de 3 meses, referente a setembro, outubro e novembro. Além disso, ainda será implantada uma grande cesta de Natal para os trabalhadores e também a folga nos dias 24 e 31 de dezembro.

O dirigente sindical Paceli Alves parabenizou a unidade dos trabalhadores.

“Foi difícil, demorou, mas conseguimos. Temos o nosso reajuste, melhoramos a PLR, conseguimos a cesta. Isso é mérito de cada trabalhador que esteve aqui no protesto junto com o sindicato”, disse.

O presidente André Oliveira falou sobre o andamento das negociações.

“A empresa estava muito intransigente, com muita persistência conseguimos a proposta, mas a luta continua. A paralisação também foi pela falta de condições de trabalho na empresa e vamos continuar reivindicando, buscando avançar cada vez mais na GV”, disse.

Há alguns anos, a negociação sindical da PLR na GV também inclui no pagamento os trabalhadores terceirizados que atuam diretamente na produção e também os trabalhadores que tem contrato por agência de emprego.

Apenas esta negociação já vai injetar na economia cerca de R$ 1,7 milhão na economia neste mês.

A GV do Brasil, do grupo Simec, atua no ramo do aço para construção civil e tem cerca de 430 funcionários.